assim… perto do vidro como quem olha


como quem olha mas não vê

os outonos carregados de pequenos anjos
a cair
a cair
a cair
desesperados

das árvores da nossa rua

Anúncios