o sr. Grigori Perelman…


li nos jornais que um grande senhor das matemáticas – o senhor Grigori Perelman, cidadão russo – recusou um prémio de 1 milhão de dólares…
ainda há tipos que se estão nas tintas para prémios e para os seus promotores.
bem hajam.
num mundo onde a competição está na ordem do dia, onde os medíocres recebem brindes por dá cá aquela palha, onde se promovem disparatados concursos e o pagode vai embarcando, onde os princípios mais elementares foram substituídos pelo “salve-se quem poder”…
haja quem mande às urtigas esta merda e prossiga a sua vida recusando-se a bajular seja quem for.

o grande prémio é, mesmo, estarmos vivos a fazer o que nos dá prazer
e
o que nos dá na gana.

obrigado senhor Grigori Perelman!…
e que viva a coerência!

ainda que pertença a uma espécie em vias de extinção (lamentavelmente).

Anúncios