da performance (arte)


porquê um “teatro” – quando o que queremos é uma acção em que o nosso corpo se exprime livremente

e

pode conquistar espaço(s) de actuação que, no seu todo,  reflectem a dinâmica de um objecto estético (sem história/sem estórias)

?

a acção que pensamos rompe/parte esse fio que une cada um aos seus ancestrais essa memória histórica que molda a palavra, o riso

e

até o paladar

aquele fio que tem efeitos devastadores

não. não há história – essa força narrativa que se alimenta daquela exigência de uma “formula perfeita” de descrever acções e de definir correctamente cada actuante em cena