marioneta (em conclusão)


Anúncios

o nosso boneco…


o teu corpo aramado
é dono de um mundo próprio

está prenhe de memórias divididas
maquilhadas
ao acaso

esse esqueleto de arame
onde late um coração de madeira
projecta um estado de alma indivisível
e
incompartido

é o resultado de uma acção
bem estruturada
e
construída pelo olhar

cumpre um papel na cena
é um actor
não esconde
o seu excelente desempenho – nas tábuas do palco

tão pouco quando suspenso no estendal da roupa