ritos estranhos (quase dramáticos)


cândido passa
traja de negro
e
transporta um olhar que nos permite recriar abismos

senta-se no chão
a sua voz mecânica faz sentir-se
e
o verde olhar preso ao tecto da sala desenha paisagens
entrementes ………………………………………………… dirá:
tudo é cor…
tudo são traços
pinceladas como chicotes agonizantes
e
depois…
oculto o meu demónio
por entre
lembranças
como uma pedra de sal

as minhas lágrimas caem

Anúncios